fbpx

Cart

Adega Submarina

É prática comum armazenar as garrafas de vinho em adegas, ou “caves” (cavernas) para que evoluam lentamente e alcancem todo seu potencial. Mas, você já imaginou conservá-las no fundo do mar?

Isso mesmo!

Em 2002, Yannick Heude, proprietário da Cave de l’Abbaye St-Jean, teve a inusitada ideia da adega “submarina” na baía francesa Saint- Malo. Além de condições propícias para o perfeito armazenamento da bebida, como temperatura, umidade e escuridão, há também o efeito das fortes correntes marítimas que “massageiam” as garrafas duas vezes ao dia. Segundo Heude, “o processo de envelhecimento é certamente diferente. Parece que depois de um ano, o vinho sai do mar rejuvenescido, com aromas e sabores mais arredondados. Não há dúvidas que o fenômeno das marés tem um papel importante nesses resultados”.

As garrafas são dispostas em caixas de tábuas com frestas que possibilitam que a água e as algas marinhas entrem em contato, por um período de um ano, a 15 metros de profundidade, no fundo do mar. Após 12 meses, Heude e sua equipe expõem cada caixa diante dos turistas que compram ingressos para testemunharem o evento. A melhor parte vem a seguir, quando Heude oferece livre degustação dos vinhos envelhecidos no mar.

Literalmente, um mar de borbulhas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading...